Pesquisar

Historial

Ficha Técnica

 

Vida e Morte de Bamba
de Lope de Vega

 

Tradução Luiza Neto Jorge e Manuel João Gomes

Colaboração filológica Luís F. Lindley Cintra

Encenação, cenário e figurinos Luis Miguel Cintra

Assistente de encenação António Fonseca

Adereços João Calvário

Assistentes para os adereços Maria da Luz Vilas Boas e Luís Mouro

Assistente para cenário e figurinos Linda Gomes Teixeira

Montagem Fernando Correia

Ajudante de montagem Mário Correia

Guarda-roupa Emília Lima

Costureiras Antónia Costa, Maria Conceição Alves e Ofélia Lima

Iluminação Luis Miguel Cintra e José Eduardo Páris

Operação de luz José Eduardo Páris

Músico Jorge Laurentino

Direcção de cena Teresa Madruga

Produção Amália Barriga

Secretariado e bilheteira Fátima Madeira

Cartaz e colaboração para o cenário e guarda-roupa Cristina Reis.

Interpretação

Rei Recisundo Luis Miguel Cintra

Teodoreto, filho de Recisundo João Cabral

 

Godos:

Atanagildo José Lopes

Ervígio Fernando Mora Ramos

Teófilo Rogério Vieira

Rodolfo Luís Lima Barreto

Atanarico Fernando Heitor

Ataúlfo Gilberto Gonçalves

D. Branca, mulher de Ervígio Teresa Madruga

D. Elvira Cristina Cavalinhos

 

Bamba Cândido Ferreira

Sancha, mulher de Bamba Márcia Breia

Anjo Dinis Gomes

 

Vilãos:

Escrivão Rogério Vieira

Borujón Fernando Mora Ramos

Cardencho Luís Lima Barreto

Mollorido António Fonseca

Berrueco José Lopes

Morcón Fernando Heitor

A mulher de Berrueco Cristina Cavalinhos

 

Um caminhante Gilberto Gonçalves

O estampeiro Luis Miguel Cintra

O Papa Luis Miguel Cintra

Paulo, o grego António Fonseca

Alicão, rei mouro Luis Miguel Cintra

O batedor de moeda Gilberto Gonçalves

Um cidadão da Gótica Luis Miguel Cintra

Júlia, mulher donzela Teresa Madruga

Lourenço, criado de Bamba José Lopes

Um Biscainho José Lopes

Mujarabo, escravo mouro Luis Miguel Cintra

 

Apoio de Teatro Nacional de S. Carlos, Guarda-roupa de Belém, Antena 1, Teatro Nacional D. Maria II, Teatro Experimental de Cascais, O Bando, Paulo Brandão e Francisco Solano

 

Lisboa: Teatro do Bairro Alto. Estreia: 05/01/1989

44 representações

Companhia subsidiada pela Secretaria de Estado da Cultura

 




Política de privacidade