Pesquisar

Representar na ópera e no teatro

 


O TRABALHO DO INTÉRPRETE

A apresentação da ópera O DIÁLOGO DAS CARMELITAS de Francis Poulenc/Georges Bernanos, (uma co-produção do Teatro Nacional de São Carlos e do Teatro da Cornucópia) e continuando a longa colaboração com o maestro João Paulo Santos, levou-nos a programar três sessões comentadas como demonstração do trabalho de preparação que o espectador nunca vê. Comparar o que seria o trabalho do actor se fizéssemos a versão de teatro declamado com o que foi o trabalho de ensaios do maestro e do encenador com os cantores na ópera.

 

REPRESENTAR NA ÓPERA E NO TEATRO

No Teatro da Cornucópia, três ensaios abertos comentados por Luis Miguel Cintra e João Paulo Santos, com a participação dos actores Luísa Cruz, Sofia Marques, Nídia Roque, Rita Cabaço e Guilherme Gomes/Bernardo Souto e das cantoras Ana Ester Neves, Maria Luísa de Freitas, Dora Rodrigues e Inês Madeira.

 

1.ª sessão24 Fevereiro às 21h00

A leitura - análise prévia de uma cena da ópera e da peça (cena da morte da Madre Superiora, Madame de Croissy).

 

2.ª sessão25 Fevereiro às 21h00

A construção da cena de teatro - demonstração do trabalho do encenador com os intérpretes comentado pelo maestro e cantores.

 

3.ª sessão26 Fevereiro às 21h00

A construção da cena na ópera - o trabalho do maestro e do encenador com os cantores comentado pelos actores.

 

Preço de entrada para o ciclo de 3 sessões: 5 €